Jornada Técnica Israel - Uma reflexão para os negócios brasileiros

Os participantes da jornada técnica de governança e inovação a Israel, promovida pelo IBGC, puderam perceber várias oportunidades de melhoria no ambiente de negócios do Brasil.


Uma delas diz respeito às atividades de inovação, como o foco na solução de problemas reais da sociedade e, preferencialmente, problemas de ordem mundial.


Uma questão crucial em nossa cultura é que quando identificamos um problema temos a tendência de tentar resolvê-lo sob nosso prisma e, dessa forma, tentamos desenvolver uma solução para tal problema.


A mudança de paradigma diz respeito a compreender o problema em toda sua extensão e não se apressar em desenvolver soluções. Certamente, profissionais de diferentes especialidades construirão uma visão mais ampla do problema e terão um leque maior de possibilidades para solução.

Como disse um dos interlocutores de nossa jornada “é necessário apaixonar-se pelo problema e não pela solução”.


Vale destacar que muitas organizações israelenses afirmam que seu propósito é tornar o mundo um lugar melhor para se viver e isso está provocando uma verdadeira avalanche de novas soluções – produtos e serviços.


Um desafio deste cenário é que muitas empresas não terão equipes multidisciplinares suficientes para abordar todas as nuances de um problema de grande alcance. Neste momento, podem entrar os processos colaborativos de inovação – somar conhecimentos de outras empresas, centros de pesquisas, universidades e profissionais.

Um aspecto que considero cabível é que talvez seja melhor dividir a autoria da solução com outras pessoas e organizações do que ter uma solução apenas parcial, que não chegará ao desejado sucesso em relação ao problema em questão.


Ao olharmos à nossa volta, veremos problemas e oportunidades. Se nossos cientistas e engenheiros colocarem atenção e foco na solução de questões substantivas, muitas oportunidades de negócios virão à tona. Me parece que a palavra-chave para estas questões é “colaboração”.


Um outro aspecto a ser avaliado é que não faltarão recursos para viabilizar projetos consistentes, assim como não faltam recursos em Israel para financiar suas inovações. Mas este é um assunto para uma de nossas próximas postagens.




 (35) 99142-0268 | (35) 99142-0267